Fechar
Play Video

Especialista em energia, Adriano Pires cobra mais transparência no setor

DEBATEDORES | Adriano Pires

O economista Adriano Pires, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e diretor fundador do Centro Brasileiro de Infraestrutura, avalia que um dos problemas na área energética é o uso político que o governo fez da empresas do segmento.

Segundo Pires, que já foi superintendente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), as decisões políticas foram priorizadas em detrimento das técnicas. “Em qualquer país desenvolvido, minimamente desenvolvido, você controla inflação com política monetária e fiscal, e não controlando a tarifa de energia elétrica e preços de gasolina e diesel”, afirma Pires.

Ele também cobra mais engajamento da sociedade, no sentido de reivindicar explicações sobre a gestão de empresas estatais e cita o caso da Petrobras, envolvida em recente escândalo de desvio de recursos e pagamento de propina, descoberto na Operação Lava Jato da Política Federal. “A Petrobras é hoje a maior dívida de empresa petroleira do mundo. Acho que a gente tem que exigir mais transparência do governo. Afinal, se você tem duas empresas como a Eletrobras e a Petrobras, cujo acionista majoritário é o governo, isso significa que nós brasileiros somos os acionistas majoritários. Então, a gente, como sociedade, tem que aprender a exigir mais transparência do que está acontecendo.”

Mais Vistos