Fechar
Play Video

Brasil precisa aproveitar bônus demográfico para investir mais em educação

DEBATEDORES | Cleuza Repulho

O Brasil precisa aproveitar o bônus demográfico dos próximos 14 anos para aumentar os investimentos em educação, afirma a ex-presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação, Cleuza Repulho.

Em entrevista ao UM BRASIL, ela fala que o País terá mais crianças e jovens do que adultos e idosos e o Plano Nacional de Educação (PNE) estará em atuação justamente nesse período. O PNE tem a finalidade de direcionar esforços e investimentos para a melhoria da qualidade da educação no País, buscando o equilíbrio e o desenvolvimento do ensino nacional.

Em conversa com Ana Paula Morales, Cleuza afirma que, em contraponto, escolas têm investido menos em educação. “Já temos lugares em que, por causa da crise, os investimentos em educação foram reduzidos drasticamente”, alerta.

Sobre a terceira edição Base Nacional Comum Curricular (BNCC), feita pelo Ministério da Educação (MEC), Cleuza diz que 2018 será um ano para a construção e discussão dos currículos locais em todas as cidades do País.

A BNCC está no Conselho Nacional de Educação (CNE) e deve ser implementada em 2019. Para ela, os municípios e Estados terão um ano inteiro para se organizarem em consórcios ou individualmente para estruturar seus currículos a partir da base.

“O importante é dizer que a base não é o currículo. A base é o início da conversa, e os currículos serão locais. Ninguém pode tirar coisas da base, mas pode acrescentar no currículo local”, explica.

Esta entrevista integra a série “Federalismo e Educação no Brasil”, produzida pelo Canal UM BRASIL em parceria com o Centro de Liderança Pública (CLP) e o Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (Ioeb).

 

Mais Vistos