Fechar
Play Video

Ricardo Salles aborda a eficiência do funcionalismo público brasileiro

DEBATEDORES | Ricardo Salles

O cientista político Ricardo Salles, fundador do Movimento Endireita Brasil, ressalta, em entrevista ao UM BRASIL, o que ele chama de péssimo hábito do brasileiro de relativizar o certo e o errado.

“Temos no Brasil hoje uma mistura de gente séria e picareta em todos os setores […] Se é bandido, se é corrupto, não importa a coloração partidária ou sua visão ideológica, tem que ir para a cadeia”, afirma.

Sobre o funcionalismo público, ele diz que “a estabilidade no emprego, a obrigatoriedade de isonomia salarial e a falta de cobrança de resultados acabam transformando o funcionário em um preguiçoso”.

“Quem não é bom está prejudicando o Estado e o cidadão. A pessoa que não atinge a meta, não trabalha, está sempre de licença porque frauda atestados médicos, tem que ir para a rua […] Isso não é injusto. A verdadeira injustiça é que ele está ocupando o lugar de uma pessoa competente, com vontade de trabalhar.”

 

 

Mais Vistos