Fechar
Play Video

“Falta disposição para resolver os problemas do País”, diz Luiz Carlos Bresser-Pereira

DEBATEDORES | Luiz Carlos Bresser-Pereira

Viver em um país rico, sem grandes desigualdades sociais, com moeda forte e democracia robusta, é o sonho de todo brasileiro. Para o economista e cientista político, Luiz Carlos Bresser-Pereira, aprender com as grandes nações é importante, porém, é preciso respeitar as diferenças culturais e históricas entre os países e trabalhar com os próprios interesses.

Investir no capital humano é requisito fundamental para chegar ao patamar de sociedade que todos almejam: “Antes de 1985, as elites brasileiras não tinham interesse em alfabetizar a população. A partir deste ano, nos tornamos uma democracia e conquistamos grandes avanços políticos e sociais. Estamos progredindo, mas ainda de uma maneira muito ruim”, afirma ele.

Durante entrevista ao UM BRASIL, o especialista falou sobre o momento delicado na política e na economia: “A economia está um desastre. A renda per capita no Brasil cresce 1% ao ano, enquanto que no período anterior, entre as décadas de 1930 a 1980, crescia 4%. O grande desafio é aprender a retomar o crescimento econômico.”

Para Bresser-Pereira, falta disposição para resolver os problemas do País: “O Brasil está numa armadilha macroeconômica, com taxas de juro muito altas e câmbio apreciado, que inviabiliza o investimento privado. O setor público, por sua vez, investe pouco nos setores que deveria. Falta diagnóstico para aprender a enfrentar a crise. É hora das elites se juntarem, por uma questão de sobrevivência nacional.”

Bresser-Pereira foi ministro da Fazenda no governo José Sarney e da Administração Federal e Reforma do Estado e de Ciência, na gestão de Fernando Henrique Cardoso.

Mais Vistos