Fechar
Play Video

Cidades devem ser planejadas para promover a inclusão

DEBATEDORES | Flora Mokgohloa

Os planejadores das cidades do mundo precisam reavaliar o modo como os municípios foram construídos para promover a inclusão de todas as pessoas que utilizam as ruas. Esse é o pensamento de Flora Mokgohloa, diretora do Departamento de Planejamento de Gestão Ambiental da Prefeitura de Joanesburgo. Em entrevista ao UM BRASIL, Flora diz que a prefeitura da capital da África do Sul tem incentivado uma mudança de mentalidade na maneira como as ruas são utilizadas pela população, no sentido de proporcionar melhor qualidade de vida e mobilidade urbana.

“As ruas foram feitas para carros, e não para as pessoas. Estamos mudando essa mentalidade, principalmente dos nossos engenheiros, para que pensem nas pessoas primeiro ao construírem uma rua”, afirma a especialista em sustentabilidade e projetos ambientais.

“Quando pensamos nas pessoas, primeiro pensamos nas que caminham; segundo, nas que usam bicicleta; terceiro, nas que podem utilizar um transporte público e, por último pensamos naqueles que possuem seus próprios carros”, completa.

Segundo Flora, enquanto alguns políticos pensam que devem favorecer o tráfego de veículos particulares nas vias das cidades, em uma tentativa populista de ganhar o apoio dos eleitores, medidas desse tipo acabam reduzindo a atividade econômica da localidade. “Quanto mais carros na rua, mais engarrafamento e menos produção. Isso prejudica o desenvolvimento da cidade”, diz. De acordo com ela, há exemplos bem-sucedidos de replanejamento urbano, como em Manhattan, em Nova York. E, por isso, os eleitores devem pensar em apoiar candidatos que tenham vontade de realizar políticas inclusivas.

“As pessoas devem escolher um governo que promova inclusão. O futuro deve promover a inclusão. Uma inclusão que deve ser sustentável também. Um governo que espalhe oportunidades de todos os tipos: sociais, econômicas, ambientais ou sustentáveis”, afirma Flora.

“A trajetória que vemos no desenvolvimento do mundo, especificamente, não tem sido de inclusão”, lamenta. A entrevista foi realizada após a cerimônia de lançamento do 6º Prêmio Fecomercio de Sustentabilidade, que ocorreu na sede da Federação no dia 10 de março. Na ocasião, Flora discorreu sobre a implementação do sistema de corredor de ônibus BRT em Joanesburgo, iniciativa desenvolvida com o objetivo de melhorar a mobilidade urbana para a Copa do Mundo de 2010.

Mais Vistos