Fechar

Política

set 09, 2019

Jornalismo em quadrinhos: UM BRASIL e revista “PB” se unem em edição especial

DEBATEDORES |

A revista Problemas Brasileiros de setembro/outubro, feita em parceria com o UM BRASIL, se aliou ao jornalismo em quadrinhos para se comunicar de um jeito diferente com o leitor. Na edição especial que faz um retrato do Poder Legislativo, as ilustrações remontam à história de dez deputados federais eleitos pela primeira vez para a legislatura mais renovada desde a redemocratização. A publicação traz ainda análises sobre o funcionamento do Congresso Nacional, a interação com o Executivo, a mídia e a sociedade.

O novo modelo usado trata de um tema habitual da publicação, a política, atrai novos públicos, além de presentear o leitor regular da publicação com um formato que permite um novo olhar sobre um assunto atual.

“A técnica mantém todos os rigores de uma apuração jornalística ao mesmo tempo que leva o leitor para dentro do gabinete, para os detalhes e momentos da reportagem, que muitas vezes não cabem no texto tradicional”, comenta o repórter, ilustrador, Alexandre De Maio, especialista em jornalismo em quadrinhos no Brasil convidado para a realização da PB especial.

O editor e jornalista responsável pela revista, Lucas Mota, diz que o lançamento de livros, matérias na imprensa e até produtos corporativos com a linguagem dos quadrinhos chamou a atenção da equipe e desencadeou a demanda pelo projeto. Mota conta que apesar das semelhanças com o jornalismo tradicional, trabalhar com uma narrativa diferente foi desafiador.

“Particularmente, nunca fui um leitor assíduo de quadrinhos e desconhecia o modo de trabalhar com um produto editorial desse estilo. Tudo foi um aprendizado porque normalmente o trabalho de edição é feito diretamente no texto entregue pela repórter. Já na reportagem em quadrinhos, buscamos conhecer e retratar o comportamento de cada deputado e parte dos bastidores da reportagem chegou a integrar as reportagens, algo incomum na nossa rotina. Outra diferença foi distinguir as informações que poderiam ser reportadas textualmente das desenhadas”, lembra.

Desenvolvimento e realização

A seleção dos personagens seguiu os seguintes critérios: o tamanho da bancada partidária, incluindo eleitos das cinco regiões do País, além de dois partidos que registraram maior aumento de votação (considerando a soma dos eleitos).

Uma repórter ficou responsável por entrevistar os deputados, enviar fotos de referências e suas impressões, para um time em São Paulo que editava esse material e elaborava o roteiro da revista. Os desenhos foram feitos em seguida, com o balonamento [balões de diálogo] e a finalização.

Além da renovação legislativa, a publicação tem uma análise do cientista político, pesquisador da FGV‑SP e colaborador do UM BRASIL, Humberto Dantas. Ele escreve sobre o poder das casas parlamentares no Brasil e como o atual presidente do País, Jair Bolsonaro, se relaciona com essa questão.

A convivência de Bolsonaro com a imprensa, marcada por críticas de ambos os lados, também é avaliada pela doutora em Ciência Política e diretora‑executiva da agência de pesquisa DataIESP, Carolina de Paula.

Já o historiador e consultor legislativo aposentado do Senado Federal (1988‑2012), Antonio José Barbosa, examina em entrevista à revista a trajetória do legislativo. Em sete perguntas também faz um resgate histórico de legislaturas passadas. E o papel dos congressistas para destravar o País é tema do artigo do sociólogo e copresidente do Conselho de Economia Empresarial e Política (CEEP) da FecomercioSP, Paulo Delgado.

A Problemas Brasileiros é bimestral e pode ser encontrada nas melhores bancas e livrarias.