Fechar

Saúde

ago 11, 2021

Drogas e segurança pública sob a análise de diferentes especialistas

As medidas desastrosas em relação ao tráfico de drogas no Brasil é um dos temas abordados pelo médico oncologista e escritor Drauzio Varella, em entrevista realizada pelo Canal UM BRASIL em parceria com a BRASA. Varella, que iniciou, em 1989, um trabalho voluntário em presídios, critica abertamente as políticas adotadas até então com base na própria experiência de trabalhar em cadeias.

“A droga está cada vez mais barata. Na verdade, entregamos o comércio das drogas na mão do crime organizado. Fizemos o pior negócio que se podia fazer. Nós temos de, primeiro, reconhecer o seguinte: a guerra às drogas é um fracasso monumental, e não podemos tratar o usuário como se ele fosse criminoso, porque ele tem de ficar livre da dependência da droga. Ele vive uma situação que é praticamente uma doença”, enfatiza.

O tema das drogas tem ligação direta com a segurança pública, já que uma tentativa assertiva de repressão às drogas traria efeitos na proteção da população como um todo, ponto comentado no artigo “Necessitamos de políticas realizáveis, não Idealizáveis”, escrito por Vinicius Mariano de Carvalho, professor de estudos brasileiros do King’s College London.

No texto, publicado na revista Problemas Brasileiros, em edição especial de setembro de 2018, ele fala que estabelecer uma linha de ação que coerentemente relacione o combate ao tráfico internacional de armas e drogas, que aflige a região de fronteiras com as ações urbanas locais de policiamento e prevenção ao crime, talvez permita um maior sucesso em alcançar melhores índices de segurança em geral.

“Neste sentido, um modelo federalizado de segurança pública para o Brasil poderá ser positivo, caso seja capaz de elaborar cenários de curto, médio e longo prazos. Talvez, com isso, consigamos construir uma plataforma que permita reverter o quadro atual.”

OBRIGADO POR SE CADASTRAR NA NOSSA NEWSLETTER! AGORA VOCÊ IRÁ RECEBER INFORMAÇÕES SOBRE QUESTÕES POLÍTICAS, ECONÔNICAS E SOCIAL DO BRASIL. CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER!