Fechar

abr 05, 2021

Álvaro Santos Pereira – Folha de São Paulo

A entrevista que o Canal UM BRASIL, realização da FecomercioSP, fez em parceria com a Columbia Global Centers e com o Center on Global Economic Governance com o diretor de Estudos de Países da OCDE, o português Álvaro Santos Pereira, foi destaque da edição online do jornal Folha de S. Paulo

O periódico destaca que, na visão de Pereira – que foi ministro da Economia e do Emprego de Portugal –, o Brasil depende de uma “atitude reformista” para ingressar na entidade, que é “uma das principais bandeiras do ministro da Economia Paulo Guedes”. No entanto, como reitera a publicação, “mesmo apoiando a adesão do país, Pereira alerta para alguns entraves, como o desmatamento. 

De fato, na conversa intermediada pelo jornalista Relato Galeno, o diretor da OCDE coloca esse como um dos entraves para a presença brasileira na OCDE hoje. No entanto, a atitude reformista diz respeito, para ele, ao fato do país ser hoje uma “ilha” dentro dos fluxos das cadeias globais de valor, principalmente se comparado com a Ásia, que se integrou com a Europa e com a América do Norte nas duas últimas décadas por meio de uma série de diferentes interações comerciais. Essa realidade é resultado, para ele, de escolhas por modelos econômicos equivocados no país, que não procurou se abrir para o mundo — ao contrário, manteve restrições protecionistas que fizeram o país ser um dos mais fechados do mundo. Para ele, se esses passos foram dados, por meio de reformas estruturantes, o Brasil poderia registrar taxas de crescimento avassaladoras nos próximos anos. 

Em relação à conjuntura atual, ele critica as medidas nacionais para conter a crise da covid-19 e mesmo a produção da vacina, porque, segundo ele, as novas variantes do coronavírus mostram que a exigência da pandemia é por soluções mais globais. Ainda traz uma série de conclusões da OCDE sobre os impactos econômicos que a crise atual já trouxe ao mundo, como aumento do desemprego, da desigualdade e mesmo da postura do Estado. 

Veja a matéria da Folha de São Paulo na íntegra: Desmatamento preocupa, e entrada do Brasil na OCDE pode demorar até 4 anos, diz economista 

Assista à entrevista completa: Se abrir a economia, Brasil aumentará sua importância no mundo de forma avassaladora

Fique por dentro de todo conteúdo
UM BRASIL
Assina a Newsletter um Brasil