Fechar
Play Video

“Não faz nenhum sentido decidir a carreira aos 18 anos”, diz Silvio Genesini

DEBATEDORES | Silvio Genesini

Os jovens de hoje fazem parte de uma geração que deve experimentar diversos campos de conhecimento e maneiras de trabalhar antes de se decidir por uma carreira exclusiva, afirma o consultor e especialista em tecnologia da informação Silvio Genesini.

Em entrevista ao UM BRASIL, Genesini explica que as universidades precisam mudar o seu papel quanto ao ensino e à aplicação dos conhecimentos. “A nova geração tem uma relação de curto prazo no trabalho, tem mais interesse em empreender, viver em outros países, conhecer outras culturas, ter períodos sabáticos, estudar no meio dos trabalhos. A vida do jovem será de experimentações.”

Segundo ele, isso se deve à crescente longevidade e ao avanço tecnológico, que permitem que uma pessoa conheça coisas diferentes e, consequentemente, opte por mudar de profissão ao longo da vida. Genesini critica o modelo de formação atual oferecido pelas universidades brasileiras. “A escola ainda é muito voltada para pesquisa pura e não entende como que nos Estados Unidos muitos professores e alunos podem virar empreendedores. Muita gente no conselho do Google saiu de Stanford”.

Para o especialista em tecnologia da informação, a inovação é fundamental para a sobrevivência empresarial no mundo capitalista atual. “Para isso, é preciso a universidade formando pessoas preparadas, uma comunidade que invista, jovens dispostos a empreender e que tomem riscos.” Na entrevista, ele também fala sobre mudanças nos processos industriais e de negócios, além da formação de novos profissionais no Brasil e no mundo.

Mais Vistos