Fechar

Rubens Ricupero

Rubens Ricupero é diretor da Fundação Armando Alvares Penteado (Faap).

Foi diplomata de carreira e chefiou as embaixadas do Brasil em Genebra, Washington e Roma.

Atuou como ministro do Meio Ambiente e da Amazônia Legal (1993-1994). Ainda no governo federal, foi ministro da Fazenda (1994) no período de lançamento da nova moeda brasileira, o real, recebendo do então presidente Itamar Franco o apelido de “sacerdote do real”.

Entre 1995 e 2004, ocupou o cargo de secretário-geral da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD).

Foi professor de História das Relações Diplomáticas do Brasil, no Instituto Rio Branco, e de Teoria das Relações Internacionais, na Universidade de Brasília (UnB).

É autor de vários livros e ensaios sobre a história da diplomacia e formado em Direito pela Universidade de São Paulo (USP).

UM BRASIL

Em entrevista ao UM BRASIL, Rubens Ricupero avalia as transformações pelas quais o País passou no século 20, enfatizando a questão demográfica, e aponta os desafios da atualidade. Ressalta a necessidade de a periferia ser integrada à sociedade por meio da educação e da economia e que as oportunidades de desenvolvimento do Brasil estão nas relações com a Ásia. Também comenta sobre o papel da diplomacia brasileira nas questões internacionais. A entrevista foi publicada no dia 12 de abril de 2019.

Mais Vistos